UFC FN 90: brasileiros brilham em card preliminar repleto de finalizações

Luque, Durinho, Munhoz e Miná obtêm vitórias impressionantes nas primeiras lutas de evento em Las Vegas (EUA)

Por Josemar 08/07/2016 - 11:00 hs

Não faltou ação no card preliminar do UFC Fight Night 90, evento realizado nesta quinta-feira (7), em Las Vegas, nos Estados Unidos. Os lutadores brasileiros que participaram dos primeiros combates da noite saíram com saldo positivo, incluindo belas finalizações e um nocaute cinematográfico.

Alberto Miná, Pedro Munhoz, Gilbert Durinho e Vicente Luque saíram com a vitória de maneira contundente. Miná derrubou o veterano Mike Pyle com uma belíssima joelhada voadora no segundo round, enquanto que os demais brasileiros vencedores obtiveram finalizações de maneira rápida.

Contudo, a noite foi ruim para os finalistas do TUF Brasil 4 na categoria dos galos. Reginaldo Vieira caiu diante de Marco Beltran, enquanto que Dileno Lopes foi superado por Anthony Birchak em luta acirrada.

Confira como foram as primeiras lutas do UFC FN 90:

Luque tem atuação justa e finaliza Herrera

A primeira luta da noite contou com a primeira participação (e a primeira vitória) brasileira no octógono. Vicente Luque dominou as ações contra Alvaro Herrera e obteve uma bela finalização no segundo round.

A estratégia de Luque ficou clara desde o início do combate: fintar a trocação e levar a luta ao solo. Isso deu certo logo no primeiro assalto, quando conseguiu quedar Herrera e trabalhar as posições. No segundo período isso se repetiu, e Luque aproveitou um vacilo do rival para encaixar um estrangulamento.

Assim, Luque registra sua nona vitória no MMA profissional, com cinco derrotas e um empate. Foi sua terceira luta no octógono, com dois resultados positivos e um revés.

Campeão do TUF Brasil leva grande virada e perde

Campeão da quarta temporada do TUF Brasil, no ano passado, Reginaldo Vieira conheceu sua primeira derrota no octógono ao ser finalizado por Marco Beltran no segundo round.

Depois de um primeiro assalto morno, as ações esquentaram no segundo período. Reginaldo acertou bons golpes no mexicano e chegou a quedar, mas acabou levando uma virada incrível: primeiro, Beltran acertou uma pedalada e derrubou o brasileiro. Em seguida, Vieira tentou reagir ao buscar o calcanhar, mas deu brecha para que Beltran chegasse às suas costas. Na posição favorável, o mexicano encaixou um mata-leão e finalizou a luta.

Essa foi a primeira luta de Reginaldo desde venceu o TUF Brasil, em agosto de 2015, contra Dileno Lopes. Já o mexicano obteve sua terceira vitória em três lutas no octógono.

Durinho se recupera de derrota e vence polonês

Durinho (foto) bateu polonês com bela finalização. Foto: Divulgação/UFC

 

Durinho (foto) bateu polonês com bela finalização. Foto: Divulgação/UFC

 

Depois de sofrer sua primeira derrota no MMA profissional, Gilbert Durinho obteve bela recuperação com uma vitória ainda no primeiro round no UFC Fight Night 90.

Diante de Lukasz Sajewski, o brasileiro encontrou certa dificuldade para se encontrar nos minutos iniciais. O polonês mantinha a luta em pé e conectava bons golpes, inclusive um direto de direita que fez o brasileiro sentir. Contudo, o especialista em jiu-jitsu usou a trocação para abrir caminho para a vitória: Durinho acertou uma joelhada e um chute, levou a luta ao solo e finalizou a poucos segundos para o término do primeiro assalto.

O brasileiro, que havia perdido para Rashid Magomedov em São Paulo, em novembro do ano passado, assim se recupera do revés. Já Sajewski, que vinha de derrota, fica em situação difícil na organização.

Sertanejo pega Sanders em chave de braço

Sertanejo (foto) voltou ao octógono com vitória. Foto: Jeff Bottari/UFC

 

Sertanejo (foto) voltou ao octógono com vitória. Foto: Jeff Bottari/UFC

Felipe Sertanejo conquistou sua segunda vitória seguida desde que desceu para o peso galo, com uma finalização diante de Jerrod Sanders no segundo round.

O brasileiro encontrou dificuldades nos instantes iniciais do combate, já que, nos minutos iniciais, Sanders escapou de uma tentativa de finalização de Sertanejo e caiu por cima. O norte-americano trabalhou na posição de superioridade e chegou a montar, mas pouco evoluiu.

No segundo assalto, Sertanejo foi quedado e aproveitou com sucesso um vacilo de Sanders. O atleta da Chute Boxe São Paulo encaixou um armlock por baixo e finalizou a luta.

Munhoz finaliza Doane em luta movimentada

P. Munhoz finalizou Doane. Foto: Jeff Bottari/UFC

 

P. Munhoz finalizou Doane. Foto: Jeff Bottari/UFC

A quinta luta da noite durou pouco, mas não faltou ação. No fim, melhor para Pedro Munhoz, que finalizou Rusell Doane em combate incrível.

Doane começou o duelo em ritmo intenso, acertando bons chutes e um cruzado no rosto do brasileiro. A luta permaneceu na trocação em um primeiro instante, e o norte-americano levava clara vantagem. Contudo, Munhoz levou a luta ao solo e aplicou bela armadilha no rival, o que resultou em uma guilhotina certeira que encerrou as ações.

O resultado representa importante recuperação para o brasileiro, que vinha de um no-contest (flagrado no doping) e uma derrota. Já Doane se complica com três reveses seguidos.

Finalista do TUF Brasil perde em duelo equilibrado

Dileno Lopes, finalista do TUF Brasil 4, chegou a ter bons momentos na luta contra Anthony Birchak, mas acabou derrotado no primeiro combate que chegou à decisão dos juízes da noite.

O duelo foi marcado pela agressividade de ambos no octógono, sendo que os dois atletas se mostraram próximos de obter a vitória. No primeiro round, Dileno passou boa parte nas costas de Birchak, buscando a finalização, sendo que, no período seguinte, Dileno por pouco não foi nocauteado no meio de uma trocação franca.

Contudo, a luta teve todos seus 15 minutos no tempo regulamentar. No fim, melhor para Birchak, que levou a melhor na decisão dividida. Foi a primeira luta de Dileno desde que perdeu para Reginaldo Vieira na final do TUF; já Birchak se recupera do nocaute avassalador que sofreu de Thomas Almeida em novembro, em São Paulo.

Miná aplica nocautaço e segue invicto

Alberto Miná brilhou na última luta do card preliminar ao castigar e nocautear o veterano Mike Pyle com uma belíssima joelhada voadora no segundo round.

O brasileiro chegou perto no nocaute no primeiro assalto, quando aplicou um knockdown no veterano oponente e partiu para cima com tudo. O norte-americano, entretanto, sobreviveu na marra, travando a luta até o soar do gongo.

No segundo round, porém, veio o golpe final. Miná aproveitou um chute de Pyle para agarrar a perna do adversário, o desequilibrou, e emendou com uma belíssima joelhada voadora. Pyle caiu desnorteado, e bastou mais alguns socos para que o árbitro interrompesse as ações.

Assim, Miná chegou a 13 vitórias em 13 lutas no MMA profissional. Já Pyle se complica com sua quarta derrota nos seis combates mais recentes.

Resultados do card preliminar do UFC Fight Night 90:

Alberto Miná nocauteou Mike Pyle com uma joelhada voadora e socos aos 1min17s do R2

John Makdessi derrotou Mehdi Baghdad na decisão dividida dos juízes

Anthony Birchak venceu Dileno Lopes na decisão dividida dos juízes

Pedro Munhoz finalizou Rusell Doane com uma guilhotina aos 2min08s do R1

Felipe Sertanejo finalizou Jerrod Sanders com um armlock a 1min39s do R2

Gilbert Durinho finalizou Lukasz Sajewski com um armlock aos 4min57s do R3

Marco Beltran finalizou Reginaldo Vieira com um mata-leão aos 3min04s do R2

Vicente Luque finalizou Alvaro Herrera com um estrangulamento aos 3min52s do R2