'Pokémon Go': Professora para de dar aulas para virar jogadora profissional

Britânica de 26 anos afirma que é primeira profissional da Inglaterra, diz jornal. Contas de nível 20 de experiência são vendidas por mais de R$ 4 mil.

Por Josemar 26/07/2016 - 07:03 hs

A britânica Sophia Pedraza, de 26 anos, largou o emprego como professora para se tornar uma jogadora profissional do game para smartphones "Pokémon Go". Segundo reportagem do jornal inglês "Metro", ela ganhava 2 mil libras (mais de R$ 8,6 mil) por mês dando aulas particulares de matemática, inglês e música.

A ideia agora é evoluir contas no game e vendê-las na internet. Pedraza conta que, no site de leilões virtuais eBay, um personagem evoluído até o nível 20 é vendido por mil libras (mais de R$ 4,3 mil).

"Se você dedicar seu tempo você pode chegar ao nível 15 depois de um dia ou dois. Eu planejo comprar mais smartphones para jogar várias contas de uma só vez", contou ela ao jornal. "Alguns dias eu jogo 18 horas em um só dia porque você pode jogar todo o tempo, até quando está com amigos em bares ou clubes."

'Pokémon'
Lançado em 36 países e em Hong Kong desde o começo do mês, o jogo ainda não chegou ao Brasil e não tem previsão de lançamento.

“Pokémon Go” é um game gratuito de realidade aumentada para smartphones Android e iOS. O jogo utiliza o sistema de GPS dos aparelhos para fazer com os jogadores se desloquem fisicamente para conseguir capturar os monstrinhos da franquia da Nintendo.