Marginais Tietê e Pinheiros terão propaganda nas 32 pontes em troca de revitalização

Medida ocorre dez anos após proibição de publicidade em SP com a Lei Cidade Limpa. Empresas interessadas em concorrer a termo de cooperação devem apresentar propostas até sexta.

Por Josemar 20/10/2017 - 07:49 hs

Dez anos após a Lei Cidade Limpa, a propaganda voltará a ser veiculada nas marginais Tietê e Pinheiros, em São Paulo. A lei foi criada em 2007 e foi implantada pelo ex-prefeito Gilberto Kassab (PSD).

A Prefeitura de São Paulo publicou nesta sexta-feira (20) no Diário Oficial um chamamento público para empresas que queiram fazer obras de revitalização nas 32 pontes das pontes das duas marginais. Em troca das obras, as empresas poderão exibir suas marcas em 32 painéis de LED. As propagandas devem ter cinco metros de altura por 4 metros de largura.

De acordo com o texto, a cooperação técnica prevê a revitalização da ponte, pintura, adequação da iluminação, instalação de câmeras de monitoramento e recuperação dos passeios, gradis e tabuleiro das pontes envolvendo 250 áreas verdes.

O modelo aprovado pela Comissão de Proteção à Paisagem Urbana, responsável por analisar casos relacionados à aplicação da legislação de anúncios e elementos da paisagem urbana.

Os painéis instalados devem ter alta resolução para transmitir informações como hora, trânsito, clima, mensagens de cooperadores e patrocinadores. A exibição das mensagens será de 50% de conteúdo de utilidade pública e a outra mensagem de propaganda.

O custo de revitalização para as empresas R$ 300 milhões no período de 36 meses de cooperação. As empresas interessas em concorrer ao termo de cooperação devem apresentar propostas até a próxima sexta-feira (27).